Com uma vasta experiência em negócios de media, Vera Paulino, lidera há mais de 10 anos a área comercial e de marketing da JCDecaux Portugal. O seu desafio diário é trabalhar, continuamente, para a transformação digital da marca no setor de comunicação OOH (Out-of-Home). A Diretora Comercial e de Marketing garante que o sucesso de um negócio passa pela liderança e inteligência emocional, só assim se asseguram equipas motivadas e um crescimento contínuo de uma organização.

Falámos com Vera Paulino sobre o modelo e a abordagem comunicativa da JCDecaux Portugal, como a pandemia afetou o setor OOH e os seus investimentos, durante o período de 2020 e metade de 2021, bem como sobre a importância das estratégias de inovação em comunicação para massas.
 
 Vera Paulino: Há mais de 50 anos que ajudamos as marcas a construir relações com os seus consumidores, dando vida às suas mensagens e ideias. Estamos continuamente a construir produtos que alcancem de forma efetiva ou criativa os consumidores, aliando valores base que estão na essência da nossa atuação e que nos destacam da concorrência, como por exemplo a qualidade, excelência e sustentabilidade.
Somos um meio não intrusivo, que acompanha a mobilidade das pessoas e permite contextualizar mensagens. Somos um meio de massas, mas com a particularidade de também falarmos para segmentos específicos. A força da localização é o que nos vai permitir uma aproximação ao modelo digital, otimizando e combinando as audiências em função dos comportamentos dos consumidores.
 Vera Paulino: O OOH foi, de facto, um dos meios mais afetados na pandemia, quando a mobilidade ficou drasticamente reduzida a deslocações mais curtas. O enquadramento pandémico veio desafiar todos os padrões que aparentemente pareciam dogmáticos, mas que, em boa verdade, passaram a ser quotidianamente questionados numa contínua simbiose entre a adaptabilidade e a agilidade.
Enfatizou-se a resiliência da equipa que, rapidamente, se ajustou a novos métodos de trabalho e reinventou uma nova abordagem ao meio. O pensamento criativo, a capacidade que temos em nos reinventar, fizeram com que a JCDecaux Portugal, nessa altura, se unisse a vários anunciantes, para que utilizassem o meio com mensagens de sensibilização pública.
 Vera Paulino: Na JCDecaux Portugal, aliamos inovação a um constante pensamento criativo. É esta aliança que nos permite a procura contínua de conhecimento e uma aprendizagem constante. Tal, resulta num trabalho diário, que vai desde a combinação e interpretação dos dados, até à construção de redes ou ações especiais que nos permitem garantir a eficácia das nossas campanhas, tornando-as memoráveis.
Uma campanha é tão mais eficaz quanto mais adaptada aos seus objectivos estiver, e a publicidade exterior permite essa flexibilidade de adaptação, seja pelo tipo de rede que pretendemos, seja pelos formatos escolhidos, seja até pela escolha de campanhas contextualizadas à envolvente ou ao período horário que a digitalização veio trazer.
Numa altura que as marcas são desafiadas a reforçar o seu posicionamento estratégico e a encontrarem um propósito relevante para chegarem aos seus consumidores, a JCDecaux Portugal tem reforçado a sua aposta na inovação e na transformação digital. Desde o investimento em tecnologia, ao automatismo de processos, passando pela integração e otimização de recursos. Também a aposta em ferramentas de DATA é uma realidade atual, como é o caso do estudo de audiências, o qual detém o objetivo de garantir uma qualidade constante na oferta que temos para os nossos clientes.
 Vera Paulino: No geral, o nosso modelo de abordagem passa por 3 eixos:
Análise de Dados – Compreender os consumidores, os interesses e os mercados;
Desenvolvimento de negócio – Desenvolver ferramentas e algoritmos que permitam desenvolver os melhores produtos para comunicar, de forma eficaz, com os diferentes consumidores;
Entrega – Garantir que entregamos os resultados prometidos às marcas.
 Vera Paulino: Estamos a caminhar gradualmente para uma automatização de processos, não esquecendo, claro, as particularidades de cada cliente. De facto, conceitos como o programmatic, aliados ao avanço da digitalização dos equipamentos, garantem uma aproximação do Out of Home às abordagens que conhecemos de outros meios, como por exemplo internet, com o qual a publicidade exterior tem uma relação de crescente complementaridade.
A inovação do mercado da publicidade exterior passará certamente por aqui, por esta simbiose de DATA e conhecimento, automatização processual, acompanhamento contínuo. Trata-se de uma mudança de paradigma na forma como pensamos como, onde e quando comunicar.

Vera Paulino demonstra que, apesar da pandemia, a JCDecaux Portugal continuou a seguir o seu rumo, com destino à eficácia e transparência comunicativa. É clara a preocupação no estabelecimento de modelos inovadores de comunicação que puderam tanto sensibilizar os consumidores para a nova realidade de saúde pública como criar novas e mais criativas oportunidades para as marcas conseguirem chegar aos seus consumidores.