De acordo com o Presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, a economia do país irá crescer, no mínimo 4%, no pós-pandemia. Nesta fase, as empresas retomam os seus investimentos, pelo que é importante que as mesmas detenham uma estratégia de comunicação preparada para atender às necessidades dos seus consumidores.

A Comissão Europeia vem confirmar esta perspetiva do CIP, tendo confirmado que os sinais da retoma já são, felizmente, evidentes. A economia portuguesa está a caminhar para um possível crescimento de 3,9% e uma aceleração para 5,1% para 2022.

Estratégias de comunicação: como reconectar com o consumidor

A criação de novo senso de normalidade na mente dos portugueses está a estimular, novamente, os seus comportamentos de consumo. Contudo, assume-se que o consumidor de 2021 não é o mesmo do ano passado. A pandemia veio criar uma maior consciência às pessoas sobre os seus gastos, que atualmente privilegiam um consumo mais sustentável e com maior qualidade, serviços e produtos disponíveis a nível local, sendo que 47% se mantêm fiéis às suas marcas favoritas.

Numa fase de grande escrutínio, as marcas têm de reforçar a sua presença na mente do consumidor. E como o fazer? Como criar essa conexão entre a marca e a sociedade? Que estratégia de comunicação será a mais viável para as empresas?

Reforço da comunicação

Durante esta fase, cujo grande desafio das empresas portuguesas é retomar o seu investimento empresarial e conseguir crescer, sabe-se que uma estratégia de comunicação segura e eficaz é imprescindível para que tal aconteça. Contudo, primeiro do que tudo as marcas têm de se questionar o seguinte: “Quão visível está a minha empresa para os consumidores?”, “Qual é o nível de confiança que a minha empresa inspira, perante atuais e potenciais consumidores?”, “Como consigo, rapidamente, captar novos clientes?”.

Para isso, o reforço da comunicação tem de ser constante e transversal. Numa fase em que a sociedade está a “olhar para o futuro”, acompanhada de uma crescente vontade de sair, de reabrir e de reencontrar, as marcas têm de ter como estratégia de comunicação campanhas empáticas e humanizadas, tanto a nível digital (ex. redes sociais, newsletters, blogs) como em formatos físicos e geolocalizados (ex: comunicação OOH, como mupis, 8x3, séniores, abrigos, entre outros).

Apoio ao cliente 24/7

Num período social rodeado de incertezas, face à situação de saúde pública e económica do país, as empresas têm de ter a consciência que este é um período delicado para se ser consumidor. Aliado às suas dúvidas, as empresas já devem deter uma estratégia de comunicação para os apoiar, de modo eficiente e diário.

As marcas devem saber o que os consumidores pretendem, mas mais do que isso devem estar presentes para os atender. Neste período, um apoio ao cliente que funcione 24 horas por dia é essencial. Esta é uma estratégia de comunicação que diminuirá sentimentos de incerteza face a uma marca, e aumentará a ligação emocional aos produtos e serviços oferecidos pelas empresas. Estar presente para quem deseja consumir é a melhor prova de “amizade”.

Ouvir o consumidor

Tanto através das dúvidas e comentários que se podem retirar numa estratégia de comunicação ligada ao apoio ao cliente, como através de uma atenta observação da modificação dos seus padrões de consumo devido à pandemia, saber ouvir o consumidor é essencial.

Sabe-se que as atitudes e hábitos de consumo dificilmente voltarão a ser os mesmos. Por exemplo, os consumidores sentem-se, atualmente, mais conectados com o seu bairro e esperam que essa ligação emocional aos negócios locais se mantenha intacta, após a contenção do vírus.

Para além disto, sabe-se que a pandemia acelerou outro comportamento de consumo: compras mais conscientes. Os consumidores estão mais atentos ao que estão a comprar, privilegiando produtos mais sustentáveis e uma entidade de marca mais consciente e amiga do ambiente.

Creative Solutions: JCDecaux

Como estabelecer uma estratégia de comunicação que consiga transmitir facilmente todas estas ideias às pessoas que estão novamente na rua e a reajustar os seus hábitos de consumo? A JCDecaux estabelece soluções especiais, através da sua comunicação OOH, que aumentam a interação das pessoas com a mensagem que as marcas pretendem transmitir.

Na JCDecaux Portugal a área de Creative Solutions desenvolve campanhas únicas e verdadeiramente memoráveis, que reforçam a relação das marcas com os seus consumidores. Com a cidade, novamente, em movimento e com o comércio reaberto, é altura de as marcas espalharem a sua mensagem pelas ruas das grandes metrópoles.

Através de uma comunicação OOH diferenciadora e que capte a atenção daqueles que passam, seja a pé, de transportes ou a conduzir, as empresas devem reconhecer o segundo trimestre de 2021 como um período de oportunidade.

Reconecte com os seus clientes e potenciais novos. A JCDecaux é o parceiro ideal para as empresas que querem estar mais próximas dos seus clientes.
 
Fontes:
 
https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/principal-desafio-no-pos-pandemia-e-gerar-crescimento-digno-desse-nome-defende-antonio-saraiva-705119

https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/comunicacao/comunicado?i=-comissao-europeia-confirma-perspetivas-de-forte-recuperacao-ja-em-2021

https://www.jcdecaux.pt/creative-solutions       
    

https://grandeconsumo.com/o-consumidor-de-2021/#.YKPVs6hKjb0

https://www.ey.com/pt_pt/customer/future-consumer-index-tendencias-de-comportamento-do-consumidor-para-2021

https://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/colunistas/detalhe/o-ainda-maior-desafio-das-empresas-portuguesas-no-pos-pandemia-crescer

https://cortex-intelligence.com/blog/comunicacao/como-transformar-sua-comunicacao-corporativa-em-tempos-de-coronavirus/

https://marketeer.sapo.pt/como-vai-mudar-o-consumo-dos-portugueses-no-pos-pandemia

https://businesscloud.co.uk/opinion/building-a-communication-strategy-for-new-normal-after-covid-19/