A Dinamarca foi o primeiro país do mundo a introduzir questões ecológicas no seu código jurídico, e desde aí a consciência ambiental tem sido um critério elementar no desenvolvimento das cidades. Um dos objectivos da capital dinamarquesa é acabar com as emissões de carbono até 2025, e isso tem-se repercutido na forma como a JCDecaux encara o design do mobiliário urbano no país - como tal, todos os esforços têm sido feitos com o propósito de usar mais energias renováveis, reduzir as emissões de carbono dos veículos de manutenção, ou limitar o consumo de água usado nas limpezas.

Com este mindset, o Grupo tem vindo a implementar projectos e acções específicas para Copenhaga. Foram estabelecidos targets como o de reduzir o total de energia consumida em 49%, ou substituir os veículos de manutenção correntes por novos carros eléctricos (incluindo bicicletas eléctricas para movimentação dentro do centro da cidade). A limpeza e manutenção é feita através do uso de água da chuva, e as estações de autocarros deverão ser gradualmente equipadas com painéis solares.
 
Vamos criar um Gabinete que se ocupe da Sustentabilidade, com representantes vindos de orgãos administrativos da cidade, de outras associações reguladores e da própria JCDecaux - tudo para descobrirmos e integrarmos inovações, materiais e tecnologias que persigam o objectivo final: tornar Copenhaga a primeira cidade no mundo sem emissões de CO2 Anders AxelsenManaging Director of AFA JCDecaux Denmark
Além do que já foi dito, outro tipo de acções que foram tomadas passam pela utilização cada vez maior de materiais de alta qualidade que sejam tidos como eco-friendly, pela consciencialização ambiental dos condutores do Grupo, pela optimização de rotas logísticas, entre muitas outras.