Menu
A publicidade em Portugal está a passar um momento único, fruto da situação internacional e de mudanças internas. Estes são os 4 números que ajudam a traçar o panorama atual.

A publicidade em Portugal está a passar por um momento único. Da inflação às alterações do comportamento do consumidor, passando pela recuperação do turismo e a crescente preocupação com o consumo sustentável, estes são os 4 números essenciais que ajudam a traçar o panorama atual para marcas e agências.

1. A mobilidade do consumidor já está acima dos níveis pré-pandemia

O Out-of-Home (OOH) é o formato de comunicação que mais cresce em Portugal em 2022, a um ritmo de 15% face ao ano anterior. Por Out-of-Home, entedem-se todas as formas de publicidade exterior, como Mupis, Digitais, Empenas ou Billboards. Estes dados consideram não só a comunicação na rua, mas também em aeroportos, centros comerciais, áreas de serviço e nos transportes públicos.

A justificar o crescimento do Out-of-Home está o regresso à normalidade no que diz respeito à mobilidade do consumidor – já 10% acima dos níveis pré-pandemia, de acordo com dados de maio. Mas o regresso da mobilidade não significa o regresso ao passado – por outro lado, os consumidores estão a evitar gastar em produtos e experiências desnecessárias não só porque isso é bom para as suas finanças, mas porque é bom para o planeta. Descubra aqui as nossas soluções Out-of-Home.

2. A subida da inflação tornou os consumidores mais criteriosos

A conjuntura económica fez subir a taxa de inflação em Portugal para 8,7% em junho, um máximo desde 1992 e também um aumento face aos 8% registados em maio. Neste contexto, ir às compras está cada vez mais caro, o que obriga as famílias portuguesas a uma gestão mais criteriosa do orçamento – com consequências nos hábitos de consumo.

Neste contexto, o consumidor está a fazer escolhas mais racionais. Há uma tendência para a redução da compra por impulso e para escolhas mais planeadas. Para se manterem relevantes, cabe às marcas transmitir de forma mais eficaz a sua proposta de valor – e a comunicação é decisiva para o conseguir. Ter em conta o momento atual e as preocupações da audiência é fundamental para o planeamento de uma campanha de marketing eficaz e é uma das características transversais às campanhas que, todos os meses, figuram no nosso top mensal de impacto.

3. Turismo ultrapassa níveis pré-pandemia

Em Abril, o sector do turismo recebeu mais de dois milhões de hóspedes e registou mais de seis milhões de dormidas, números que ficam mais de cinco vezes acima daqueles que eram registados no mesmo mês do ano passado e acima dos níveis pré-pandemia. Várias transportadoras aéreas, como a easyJet e a KLM registaram aumentos nos voos para Portugal da mesma ordem de grandeza.

carris

A Madeira destaca-se com o maior crescimento em abril, com as dormidas a aumentarem quase 20% em relação a 2019. Também no Alentejo e Norte se regista uma recuperação acelerada, com subidas face a 2019 na ordem dos 17% e 10%. Estes dados são reforçados pelo tráfego nos aeroportos nacionais, como mostra a análise feita pela JCDecaux Portugal. O aeroporto da Madeira já apresenta um crescimento de passageiros na ordem dos 29% em junho de 2022, por comparação com mesmo período em 2019. Nas posições seguintes de aeroportos nacionais que já recuperaram, seguem-se os Açores e o Porto.

Na JCDecaux, somos líderes em publicidade em aeroportos. As nossas soluções oferecem a flexibilidade para transmitir mensagens relevantes junto de uma audiência valiosa e com elevada intenção de compra através de diferentes soluções para ajudar as marcas a construir uma verdadeira interação e um relacionamento mais próximo e profundo com o seu público. Descubra aqui todas as vantagens da comunicação em aeroportos.

4. 85% dos portugueses estão preocupados com o consumo sustentável

Já não é uma tendência, é uma realidade. Cerca de 85% dos portugueses estão preocupados com o consumo sustentável e 92% acreditam que, diariamente, já são proativos no que respeita a decisões de compra com esta preocupação em mente. Para a seleção no momento da compra, o preço continua a ser o critério mais importante, mas a reputação da marca, a performance do produto adquirido e a durabilidade do mesmo são outros fatores que pesam para a maioria dos consumidores.

Entre os consumidores europeus, os portugueses são ainda os que mais peso dão ao critério do impacto na saúde, que é muito relevante para 65%. Esta tendência já se nota na comunicação, como foi exemplo uma das últimas campanhas da Padaria Portuguesa. Bem visível a uma grande distância, lia-se a pergunta “Sabe o que anda a comer?”. Com uma combinação única de timing, mensagem e criatividade, a marca comunicou a oferta de produtos saudáveis, orgânicos e sustentáveis. Tal como a Padaria Portuguesa, todas as marcas podem comunicar as causas que são mais relevantes com as soluções JCDecaux.  Combinamos serviços inovadores para cidades com publicidade, e comprometemo-nos a satisfazer a exigência dos municípios, cidadãos e marcas.

Na JCDecaux, as nossas equipas acompanham em permanência o estado atual da economia e as tendências de consumo para criar campanhas memoráveis e eficazes. Entre em contacto com os nossos profissionais para saber como podemos fazer a diferença.

Publicado em Atualidade